A&B: especialistas listam dicas para adaptar as operações no pós-pandemia

A&B- medidasProfissionais debateram retomada em live promovida pelo Hotelier News e R1

Hoteleiros se preparam para reabrir seus empreendimentos nos próximos meses e, com as demandas por mudanças, muitas dúvidas surgem. Buscando oferecer experiência e ao mesmo tempo confiança ao cliente, diversos setores devem passar por transformações. Com o intuito de auxiliar o trade, especialistas dão dicas de como adaptar as operações de A&B (Alimentos&Bebidas) no pós-pandemia.

Em live promovida pelo Hotelier News e Grupo R1 na última segunda-feira (18), Daniel Saldanha (Digital Restaurants), o chef Gustavo Torres (SIG Gastronomia), o arquiteto Herbert Holdefer (134 Office), Izabel Giannichi (Nutrisanto) e Miler Bairros (Novotel Curitiba e QCeviche!) debateram soluções de entrega de refeições, protocolos de higiene e alternativas para manter as cozinhas dos hotéis ativas durante a quarentena.

O bate-papo completo está disponível no canal do YouTube e pode ser assistido na íntegra pelo link. Vale lembrar que o Hotelier News, R1 e Escola para Resultados realizarão uma nova transmissão na próxima segunda-feira (25) com o tema RM’s: o que pensam sobre a retomada?

A&B: dicas

Abaixo, você confere as principais dicas abordadas pelos especialistas que vão desde capacitação, protocolos sanitários e novos modelos de refeição.

  • Definição do conceito correto, comunicação exclusiva e acompanhamento dos resultados são as principais estratégias para o sucesso de uma área de Alimentos e Bebidas. Devemos tratá-la como uma unidade de negócios
  • A capacitação das Equipes e Comunicação direta com o cliente, serão a Chave do Sucesso na retomada pós-covid.
  • Pense em mudanças que possam ser feitas de acordo com a necessidade e vontade do seu cliente. Mais do que nunca teremos que estar juntos de nossos clientes conversando.
  • Crie formas de comunicação no seu estabelecimento sobre o que você está fazendo para proteger o seu cliente.
  • Lembre-se este e o momento é de se reinventar, de avaliar o cenário atual e desenvolver estratégias para garantir sua retomada de uma maneira segura e com excelentes padrões de higiene passando credibilidade aos seus clientes.
  • Implemente esforços para assegurar que as regras de boas práticas na manipulação de alimentos solicitadas nas legislações sanitárias em vigor, sejam cumpridas.
  • Mantenha-se sempre atualizado sobre as novas exigências sanitárias pós Covid-19. Forme comitês de retomada, sempre envolvendo um profissional de conhecimento Técnico, como um nutricionista e crie os seus protocolos levando em conta sempre os 3 pilares: particularidades de sua unidade, a segurança sanitária para seus clientes e colaboradores e as legislações sanitárias vigentes.
  • Temos que ter em mente, que um layout precisa ser mais orgânico, despojado e com mais opções de escolha para se sentar, fugindo do padrão praça de alimentação. nesse formato vamos conseguir um distanciamento com qualidade e segurança.
  • Projetos de chefs visando seu produto em grande escala, com uma cozinha mais simples. Pensar em produtos que atenda o serviço de delivery e take away. assim vamos conseguir ter um produto de qualidade em mais pontos pela cidade.
  • Vamos ocupar calçadas, ruas e vagas de carros. O restaurante precisa se abrir para espaços ventilados. temos que viabilizar esses formatos descomplicando normas e facilitando a implantação e operação, sem muita burocracia por parte dos nossos governantes. a cidade só ganha com isso.
  • Não dá para fazer delivery nas horas vagas, é um business que requer foco e pessoas dedicadas.
  • A pandemia acelerou o delivery e todo hotel pode virar um hub com vários restaurantes digitais.
  • O café da manhã é uma das grandes forças da hotelaria, e faltam operações de café da manhã no delivery.

(*) Crédito da foto: Shutterstock

Comentários