Aviva usa inteligência artificial no processo seletivo

Como parte de seu reposicionamento de mercado, a Aviva vem inovando em vários sentidos – inclusive na maneira de montar sua equipe. A área de TH (Talentos Humanos), responsável pela seleção e contratação de colaboradores para os destinos Rio Quente (GO) e Costa do Sauípe (BA), está passando por mudanças “artificialmente inteligentes”. O departamento vem fazendo uso de chatbots para a triagem inicial dos candidatos.

A ferramenta, que tem a cara de um dos mascotes da Turminha da Zoeira, conversa com o candidato, apresenta a vaga e os pré-requisitos para ela. O sistema embarcado de inteligência artificial faz perguntas específicas em cima dos atributos de cada posição, selecionando assim os candidatos com o perfil mais adequado. Laini de Melo Silva, gerente geral de Experiência TH Aviva, diz que a tecnologia vem ajudando a empresa a tornar mais rápidos e precisos os processos seletivos.

Aviva - TH chatbot_internaPor meio do chatbot, o candidato responde a uma série de perguntas

“Estamos trabalhando com o sistema de Inteligência Artificial desde o ano passado, buscando uma solução mais digital para nosso recrutamento. Com a pré-triagem feita no portal conseguimos diminuir o processo quase pela metade”, revela Laini. “Então, numa contratação que levava em torno de 20 dias, eliminamos etapas presenciais como as dinâmicas de grupo”, complementa.

A executiva destaca que, após a pré-triagem, os candidatos aprovados passam por entrevistas presenciais com os gestores. “Apesar do apoio tecnológico, o contato humano continua sendo indispensável nos processos seletivos. Conhecer pessoalmente candidato sempre vai ser muito importante”, acrescenta Laini.

Aviva: TH 4.0

O TH da Aviva está implementando diversos projetos para otimizar a relação da empresa com o colaborador. Com foco no digital, a companhia implementou um projeto de flexibilização de jornadas. Iniciativas ligadas à avaliação de desempenho por meio de plataforma online, novos esquemas de treinamento e pesquisas de satisfação interna também estão no radar.

O primeiro projeto colocado em prática foi a flexibilização da jornada de trabalho. A empresa agora permite que o colaborador escolha horários alternativos, com jornadas de 22h e 15h semanais. Para a área de administração, a empresa está estudando o modelo de home office, com a expectativa de aumentar a produtividade.

“São horários pensados para nossos funcionários que estudam. Há ainda os aposentados, que não querem um compromisso durante toda semana. Sendo assim, o colaborador trabalhará sexta-feira, sábado e domingo, caso opte pela jornada de 22h. Se for de 15h, quinta-feira e domingo”, explica a gerente.

Aviva - TH chatbot_Laini de Melo Silva_1Uso da tecnologia torna também processos mais assertivos, diz Laini

Outra novidade para os colaboradores é na parte de avaliação de desempenho. A Aviva lançará uma plataforma online, similar a uma rede social, para interação entre as equipes. “Além da avaliação de superiores ou de subordinados diretos, os colaboradores também receberão feedbacks negativos e positivos de qualquer outro funcionário que tiver algum contato com ele, como em reuniões ou projetos integrados”, diz Laini.

As avaliações positivas estarão disponíveis na página inicial do perfil de cada funcionário. Já os pontos a melhorar serão de acesso restrito ao colaborador. Outras mudanças incluem treinamentos no modelo de sala de aula invertida; sistema de remuneração por projetos entregues e escolha de benefícios, além da realização de uma nova pesquisa de clima organizacional.

“Em vez da pesquisa de clima organizacional tradicional, faremos uma que mede a felicidade. Nosso intuito é saber se os colaboradores estão satisfeitos com o ambiente de trabalho. Se está identificado com a empresa, se estão realizados enquanto profissionais e se o trabalho está de acordo com a proposta de vida de cada um”, enfatiza a gerente.

Todos os projetos serão implementados até 2025, informa Laini.

(*) Crédito da capa: reprodução de internet

(**) Crédito da foto: reprodução de internet

(***) Crédito da foto: Divulgação/Aviva

Comentários