Adit Invest começa discutindo a captação de recursos no mercado imobiliário

adit invest- aberturaCalfat deu início aos trabalhos da 14ª edição do Adit Invest, em São Paulo

Começou agora há pouco, no Millenium Centro de Convenções, em São Paulo, a 14ª edição do Adit Invest. Promovido pela Adit Brasil (Associação para o Desenvolvimento Imobiliário e Turístico do Brasil), o seminário é um tradicional palco de discussões sobre os mercados imobiliário e hoteleiro. Além de proporcionar aos presentes um raio-x completo dos dois setores, o encontro debate principalmente estratégias para captação de recursos para o desenvolvimento de projetos no país.

Caio Calfat, eleito este ano presidente da Adit Brasil, abriu os trabalhos dando boas-vindas aos presentes. Em sua fala, Calfat destacou sua alegria em comandar pela primeira vez o encontro – que foi o primeiro a ser realizado pela entidade – como presidente. “Então, é uma ocasião especial para mim. É também relevante porque o Brasil começa a dar sinais, ainda que tímidos, de recuperação”, comentou.  

Segundo Calfat, um reflexo dessa mudança de cenário é a frequências dos eventos da associação, assim como do Secovi-SP, todos com boa presença de público. “Acredito que, de certa forma, isso é sinal de que gradualmente os investidores estão pelo menos escutando o mercado imobiliário, e sentimos que com mais entusiasmo”, disse.

Adit Invest: cenário 

Na sequência, Basílio Jafet, presidente do Secovi-SP, apresentou as projeções para o mercado imobiliário nacional. Logo de cara, o executivo destacou a atratividade do Brasil, que tem clima ideal, segurança jurídica, democracia real e grande população, com classe média relevante, entre outras características. “Agora, do governo, queremos mais parceria, com reformas que facilitem a geração de negócios. De certa forma, elas estão acontecendo. Há várias medidas para sair, como a Reforma da Previdência e a MP da Liberdade Econômica”, comentou.

adit invest- aberturaJafet vê com otimismo as projeções para o mercado imobiliário

Jafet também destacou a melhora nos principais indicadores macroeconômicos, como taxa de juros, inflação e desemprego, que apesar de alto dá sinais de recuperação. “O mercado imobiliário terá números um pouco melhores este ano e, com a Selic no patamar projetado, e fala-se até em 5%, temos boas perspectivas’, disse o presidente do Secovi-SP. “Índices de confiança do empresariado também evoluem, mostrando que estamos saindo do poço”, completou.

Em relação às vendas no mercado imobiliário, Jafet ressaltou que, a cada trimestre, há melhora nos números na comparação com igual período do ano anterior. “Acreditamos que o segundo trimestre terá dados ainda mais positivos. Reflexo disso é que o numero de unidades vendidas vendo sendo maior do que o de lançamentos, ou seja, os estoques estão reduzindo”, observa. “Na outra ponta, o financiamento imobiliário ganha corpo. No primeiro semestre desse ano, foram quase 130 mil unidades financiadas, ante 99 mil em igual período de 2018”, destacou.

Ainda assim, Jafet comentou que ainda há desafios pela frente no que se refere o financiamento imobiliário. “Um país que pretende ser efetivamente desenvolvido, precisa de um leque variado de financiamento de projetos, dando a oportunidade do empreendedor escolher o que é melhor para suas necessidades. Pouco a pouco, chegamos a este estágio por aqui”, afirmou. “Estamos trabalhando com uma estimativa de fechar 2019 com R$ 132 bilhões em financiamentos imobiliários”, acrescentou.

No final da cerimônia abertura do evento, a Adit Brasil homenageou Romeu Chap Chap, ex-presidente da Secovi-SP e conhecido empreendedor do mercado imobiliário nacional. “Ele mudou e moldou o setor. Ele é uma instituição em si e poucas pessoas podem dizer isso delas mesmas. Todas homenagens são poucas para o Romeu”, finalizou Felipe Cavalcante, ex-presidente da Adit Brasil.

(*) Crédito das fotos: Nayara Matteis/Hotelier News

Comentários