Agulhas Negras (RJ) recebe Fórum Regional de Fortalecimento do Turismo

Visconde de Mauá, em Resende (RJ)
(foto: divulgação/Setur-Rio/Antonio Leão)

O segundo dos doze Seminários Regionais de Fortalecimento do Turismo do Estado do Rio de Janeiro, planejados para cada uma das regiões turísticas fluminenses, foi realizado na sexta-feira (29), em Resende. Na ocasião, as cerca de 70 pessoas que estiveram presentes puderam conhecer os projetos já realizados da Setur-Rio (Secretaria de Estado de Turismo do Rio de Janeiro) e as novas ações já programadas para o incremento da atividade, além de participar de discussões sobre o planejamento do turismo na região.
 
O objetivo da Setur-RJ, responsável pela organização dos encontros, é ampliar a sintonia entre os setores público e privado para o desenvolvimento de projetos e ações de potencialização do turismo. Segundo Nilo Sergio Felix, secretário de Estado de Turismo, esse entrosamento e proximidade são essenciais para o desenvolvimento da atividade turística.
 
"No ano passado percorremos todo o Estado e podemos fazer uma análise detalhada da atividade turística em cada município. Agora voltamos a essas cidades, apresentando os projetos já concluídos, ações previstas e algumas ainda em andamento", apontou.

Durante o evento foram discutidas ações de melhorias para a região e a importância do setor para a economia do País. Para José Rechuan, prefeito de Resende, o Rio de Janeiro poderia depender menos do petróleo, se o Brasil investisse mais em turismo.

Entre as ações apresentadas pelos diretores da Setur-RJ/TurisRio para fortalecer o setor no interior fluminense, estavam Sinalização de Valorização do Turismo, regionalização, cidades Maravilhosas e Rio+3, entre outros. Na segunda parte do evento os empresários e representantes dos municípios da região puderam expor suas opiniões, sugestões e apresentar projetos. 

Serviço
www.rj.gov.br/web/setur

Comentários