Atlantica Hotels registra alta em todos os indicadores no 1º semestre

atlantica hotels- numerosRede conta com 22,7 mil quartos no país

O ganho de produtividade dos hotéis, retomada da diária média e incremento do volume de acomodações elevaram os números da Atlantica Hotels. No primeiro semestre, a rede registrou crescimento nos principais indicadores:13,5% em RevPar; 9% em ocupação e 4,2% na diária média frente ao mesmo período em 2018. Consequentemente, o faturamento do grupo também subiu, somando 27%, alcançando os R$ 532, 8 milhões.

“Estamos concentrando todos os nossos esforços para continuar alcançando resultados sólidos, com crescimentos contínuos e consistentes”, declara Eduardo Giestas, presidente da Atlantica Hotels. Segundo o executivo, os bons resultados são frutos da eficiência em vendas, gerando o aumento de RevPar quase 1,0 p.p acima do mercado. O crescimento da oferta de apartamentos também subiu quase 30% frente ao primeiro semestre do ano passado.

O lucro por quarto foi impulsionado pela demanda. Foram quase 2 milhões de noites vendidas nos seis primeiros meses de 2019, o que representa alta de 21% sobre 2018. “Tivemos também uma retomada significativa do aumento da diária média, que ficou próximo aos 5% sobre 2018 e com tendência de crescimento ainda maior até o final do ano”, afirma Giestas.

No primeiro semestre, a Atlantica Hotels abriu as portas de mais de um novo empreendimento por mês. Foram adicionados sete hotéis à rede no período, sendo dois deles em São Paulo, nas regiões da Berrini e Itaim Bibi, e outros em importantes praças como Santos, Cuiabá, Blumenau e João Pessoa. No total, são 837 novos apartamentos, sem contar outras três unidades recém-inauguradas, que somam 337 quartos, complementando a adição de 1,1 mil acomodações.“A companhia vem mantendo um ritmo acelerado de expansão, totalizando 134 hotéis em operação, cuja oferta chega atualmente a 22,7 mil quartos no Brasil”, destaca o executivo.

Outro fator que favoreceu a performance foi a padronização dos serviços oferecidos. “Promovemos readequações nas negociações com fornecedores; lançamos o portal de sourcing para aprimorar a gestão de suprimentos dos hotéis, melhorando a negociação com fornecedores e implantamos um novo projeto de prestação de contas, gerando ainda mais transparência e confiança na relação com os investidores”, explica o presidente. “Na área de Marketing e Vendas, desenvolvemos um novo site para a Vert Hotéis, alinhado à página online da Atlantica; lançamos o programa de fidelidade Vert Rewards; fizemos a integração da ferramenta Salesforce para Atlantica e Vert de modo a otimizar as carteiras de clientes e implementamos a flutuação de tarifas públicas”.

Com isto, o desempenho robusto da companhia, derivado, por um lado, do aumento de receitas e por outro, pela gestão de custos, promovida pela nova plataforma de serviços da Atlantica, fez com que a companhia tivesse um ganho significativo de eficiência operacional, chegando ao patamar de quase R$ 110 milhões de  GOP (Lucro Operacional Bruto), o que representa crescimento de 42% sobre 2018.

Atlantica Hotels: expansão

Na primeira metade do ano, foram assinados sete contratos de gestão e a expectativa é encerrar 2019 com outros 10. “Estamos mantendo nossa prospecção de novos empreendimentos em ritmo acelerado. Hoje, temos 50 hotéis no pipeline, o que significa mais 6,5 mil apartamentos adicionados à rede. Este volume representa uma oferta de 2,4 milhões de noites ao mercado”, afirma Giestas.

A rede também passou a atuar no mercado de franquias com duas marcas próprias: o Go Inn e eSuites. As bandeiras passaram por retrofit de identidade visual e conceito, além da assinatura by Atlantica Hotels para empreendimentos independentes.“São novas opções aos investidores interessados em continuar a gestão de suas propriedades, mas buscam melhorar a rentabilidade ao introduzir padrões hoteleiros reconhecidos, agregando os benefícios operacionais e a força de vendas da rede”, conta o executivo.

RSI e qualidade

O RSI (Room Sales Index), que mede o desempenho em relação aos concorrentes da mesma cesta competitiva, foi de 113% nos primeiros seis meses. “Este número compara a penetração dos hotéis da Atlantica versus a da concorrência no mesmo destino, o que significa que nossa performance está acima ao da nossa concorrência tanto em ocupação quanto em diária média”, ressalta o presidente.

A evolução da plataforma de gestão dos hotéis tem gerado reflexo positivo na percepção dos hóspedes. No primeiro semestre deste ano, o NPS (Net Promoter Scor) em uma escala de 200 pontos p.p (mínimo: -100; máximo: +100), chegou a + 53. “Esta pontuação corrobora a satisfação e a lealdade dos hóspedes. A constante busca pela excelência no atendimento em nossos hotéis aumenta a probabilidade dos hóspedes continuarem reservando conosco e recomendarem nossos hotéis”, afirma Guilherme Martini, vice-presidente de Operações.
 
A reputação da rede na web, que traduz a avaliação dos hóspedes nas mídias sociais e sites de viagens (Booking, TripAdvisor, Google, entre outros), atingiu a nota de 4,32, o que significa que 55% dos empreendimentos da rede estão acima da média nacional.

Pelo ranking do TripAdvisor, um dos maiores portais de hospedagem do mundo, 21 empreendimentos administrados pela Atlantica Hotels conquistaram a primeira posição em suas respectivas praças e 58 hotéis alcançaram o Top 5. “Isto é um reconhecimento público da qualidade dos nossos serviços, produtos e, principalmente, das equipes que são fundamentais dentro das nossas operações”, avalia Martini.

(*) Crédito da foto: Divulgação/Atlantica Hotels

Comentários