Aumenta em 41,2% gasto médio de turistas no Espírito Santo na temporada de verão deste ano

 
Vitória, capital do Estado do Espírito Santo
(foto: arquivo HN/Filip Calixto)
 

Uma pesquisa realizada pela Setur-ES (Secretaria de Turismo de Espírito Santo) em parceria com o Instituto Qualitest mapeou o perfil dos turistas que frequentaram o Estado nessa temporada de verão. Dentre os resultados, registrou-se um aumento de 41,2% do gasto médio no destino no período, chegando a R$ 66,2 - ano passado o número atingiu R$ 46,89. 

Ainda conforme a pesquisa, a quantidade de turistas durante a alta temporada de 2016 foi de 1,5 milhão, número menor do que o registrado no ano passado, quando 1,7 milhão de pessoas visitaram o Estado. Em contrapartida, o tempo de permanência médio aumentou de 9,44 dias para 11,9 dias, um crescimento de 26%.

“O menor número de turistas foi reflexo da crise econômica do País, pois muitas pessoas não puderam viajar este ano. Já o aumento no tempo de permanência significa que nossos destinos estão mais atrativos e bem estruturados, e o turista preferiu ficar mais tempo no mesmo local”, explicou José Sales Filho, secretário de Turismo.

Dos entrevistados, 36,1,% ficaram hospedados na casa de amigos e parentes, 21,3% em imóvel alugado e 22,1% se hospedaram em hotéis e pousadas. Para os que utilizaram o serviço de hotéis e pousadas, a avaliação foi positiva: 85,6% consideram a infraestrutura como boa e ótima e 91,9% avaliaram como bom o atendimento dos estabelecimentos do Estado.

Os 10 municípios mais procurados foram Vitória, Serra, Cachoeiro de Itapemirim, Guarapari, Aracruz, Linhares, Marataízes, São Mateus, Conceição da Barra e Anchieta

O estudo apontou ainda que 99,6% dos turistas que passearam pelo Estado no verão 2016 são brasileiros. Os principais locais de origem são da Região Sudeste, a maioria do próprio Espírito Santo (48,1%), Minas Gerais (31,8%), Rio de Janeiro (7,6%) e São Paulo (5,1%).

A pesquisa pode ser acessada na íntegra pelo site

Serviço
setur.es.gov.br

Comentários