Azul retoma operações em cinco bases no país

azul- operaçõesCompanhia deve chegar a 168 voos diários a partir de junho

Após retomar operações em quatro cidades brasileiras, a Azul Linhas Aéreas vai adicionar novos voos diretos em cinco bases do país em junho. A partir do dia 15, Congonhas (SP), Aracaju e Natal voltarão a receber voos da companhia. Já Ribeirão Preto (SP) e Rondonópolis (MT) retornam com as operações no dia 10 e 22, respectivamente.

Com as ampliações, a Azul deve chegar a 168 decolagens diárias em junho. Congonhas terá dois voos diretos para o Rio de Janeiro e Belo Horizonte. O aeroporto da capital paulista ainda contará com operações diárias e inéditas para Recife, centro de conexões da companhia no Nordeste, e Cuiabá.

Desta forma, mais cidades voltam a ser conectadas com a malha doméstica e internacional da companhia, o que contribuiu para o transporte de cargas essenciais, como medicamentos e equipamentos de proteção individual, assim como clientes que necessitem viajar e profissionais de saúde. 

Além de voltar a operar nos cinco destinos, a Azul também retoma as ligações diretas nas rotas Santos Dumont-Porto Alegre e Santos Dumont-Brasília. Já a partir de 8 de junho, a ligação Campinas-Araçatuba ganhará um upgrade de equipamento, passando das aeronaves Caravan, de nove assentos, para uma oferta de 70 assentos, com os aviões modelo ATR 72-600.

“Existe um tráfego de pessoas que precisam do transporte aéreo para se locomover, principalmente de médicos, agentes públicos e outras categorias também. A necessidade de logística é muito necessária neste momento, principalmente porque muitas cidades ainda estão desconectadas pelo modal rodoviário. Adotando os protocolos sanitários e garantindo a segurança de nossos Clientes, estamos ampliando a quantidade de voos e cidades de nossa malha conforme a necessidade”, pontua André Mercadante, gerente geral de planejamento de malha da Azul.

Azul: medidas de higiene a bordo

Desde o início da pandemia, a Azul reforçou a limpeza de suas aeronaves a cada voo e à noite, seguindo os protocolos sugeridos pela Iata. A companhia também foi a primeira do país a tornar obrigatório o uso de máscaras por tripulantes e clientes, tanto a bordo, quanto em solo. Em outra iniciativa pioneira, a aérea passou a medir a temperatura dos tripulantes a cada início de turno, aumentando a confiança em solo e a bordo e preservando a vida e a segurança de todos.

Kits com luvas, álcool em gel e lenço umedecido abastecem os aviões a cada novo voo e estão à disposição para uso dos clientes e dos tripulantes da Azul quando necessário. A companhia também tem utilizado descontaminantes bactericidas que contam com um princípio ativo que elimina o vírus da Covid-19 em 99,99% dos casos. Com o produto e a limpeza dupla nos assentos, mesinhas, bolsão, banheiros, encosto de cabeça, cinto de segurança, janela, paredes e compartimentos superiores, a companhia vem atendendo as normas de procedimento de limpeza e desinfecção sugeridas pela Anvisa.

(*) Crédito da foto: Divulgação/Azul Linhas Aéreas

Comentários