Azul terá 300 voos por dia em agosto e retomará operações em 8 destinos

Azul- voosNovo acréscimo de frequências faz companhia chegar a 35% da capacidade de operação antes da pandemia

De forma gradativa, a Azul Linhas Aéreas vem restabelecendo suas operações no país. Em junho, a companhia anunciou a retomada das atividades em seis bases e o retorno da malha aérea no Aeroporto de Guarulhos. A partir de agosto, a empresa contará com 303 voos diários e reabrirá frequências em oito destinos domésticos.

Com crescimento de 290% no comparativo com a malha de abril, a Azul adicionará no dia 3 de agosto operações em Vitória da Conquista (BA); Dourados (MS); Presidente Prudente (SP); Campina Grande (PB) e Governador Valadares (MG). Já no dia 17 retornam os voos em Juiz de Fora (MG), e Ilhéus (BA) e Joinville (SC), no dia 18.

A reabertura das cidades fortalece a conectividade e a presença doméstica da companhia, que passa a servir 80 destinos, entre capitais e cidades regionais em todo o país. As passagens para os destinos já estão disponíveis em todos os canais oficiais da Azul.

Azul: conexões

Além do retorno das bases, a empresa também irá reforçar a operação em seus centros de conexão de Belo Horizonte e Campinas. A capital mineira passará a contar com ligações diretas para Curitiba, Goiânia e Porto Alegre, a partir do dia 17 de agosto. Já as rotas Campinas-Recife, Campinas-Manaus e Campinas-Cuiabá terão aumento na oferta de assentos já a partir de julho. Outra novidade será a retomada do mercado Porto Alegre-Curitiba, que terá voos diários de segunda à sexta com as aeronaves modelo Airbus A320neo, que podem transportar até 174 clientes.

“Para o próximo mês, voltaremos a conectar importantes cidades do interior de estados brasileiros, reforçando a vocação regional da Azul e a nossa conectividade, que amplia as opções de voos e destinos para nossos Clientes. Recompondo parte da oferta, nossa malha crescerá 290% em agosto em comparação com abril, nos permitindo atender as pessoas que precisam continuar se deslocando pelos mais diversos motivos. O transporte aéreo é fundamental para contribuir com a retomada da economia e servir um país de dimensões continentais como o Brasil”, afirma Abhi Shah, vice-presidente de Receitas da Azul.

Todos os novos voos da malha de agosto seguirão os protocolos e medidas de higiene estabelecidos pela Azul desde o início da pandemia.

(*) Crédito da foto: Divulgação/Azul Linhas Aéreas

 

Comentários