Bahia espera gerar R$ 700 milhões e 140 mil empregos temporários com festas juninas

BahiaFestas ocorrem na maioria das cidades baianas 

Com o forte apelo das festas de São João, o governo estadual apoia festejos em 160 das mais de 300 cidades baianas. Em função disso, estimativas da Setur-BA (Secretaria estadual de Turismo da Bahia) apontam que 1,5 milhão de pessoas circularão pelo estado no período. Este movimento turístico deve gerar uma receita de R$ 700 milhões, além de 140 mil empregos temporários.

Responsáveis festas grandiosas, os municípios de Amargosa (BA) e Santo Antônio de Jesus (BA) são bons exemplos desse movimento. Projeções das duas prefeituras apontam que pelo menos 100 mil pessoas estiveram nos festejos do último final de semana. Nas duas cidades, mesmo antes da celebração, a ocupação hotelaria já estava em 100%.

Bahia: mais números

A prefeitura de Amargosa estima 500 empregos temporários gerados nos setores de comércio e serviços em função dos festejos de São João. Na economia, R$ 15 milhões é a expectativa de geração de receita. Na programação do último final de semana, a cidade teve shows de Flávio José e Elba Ramalho.

Em Santo Antônio de Jesus, a folia se iniciou já na última quarta-feira (20). Luan Santana, Dorgival Dantal, além de Marília Mendonça e Wesley Safadão garantiram a folia. Na economia, segundo o SINDBARH (Sindicato de Bares, Restaurantes e Hotéis de Santo Antônio de Jesus), 1 mil empregos temporários foram criados na hotelaria, restaurantes, lojas e ambulantes.

Em cima dessas projeções, o Setur-BA espera repetir, ou ao menos igualar, o bom resultado de abril. No mês citado, a atividade turística na Bahia cresceu 3%, segundo números do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). 

(*) Crédito da foto: ferreiracleber/Pixabay

Comentários