Blue Tree Hotels capacita e contrata refugiados

Blue Tree Hotels capacita e contrata refugiadosMigrantes passaram por 10 dias de intenso curso preparatório  

Dentro do projeto Viver sem Fronteiras, a Blue Tree Hotels realizou um processo de capacitação de refugiados. Em 10 dias, pessoa provenientes de países como Venezuela e da República Democrática do Congo tiveram aulas práticas e teóricas sobre questões sociais e corporativas. Agora, esses profissionais comporão o quadro de colaboradores da rede.

O programa foi idealizado por Chieko Aoki, presidente da Blue Tree Hotels, e conduzido por Luciana Fagundes, coordenadora de Operação da empresa e responsável pelo desenvolvimento do comitê interno do projeto. A iniciativa contou ainda com apoio do Grupo Mulheres do Brasil, Acnur (Agência da ONU para Refugiados), Programa de Apoio para a Recolocação dos Refugiados (PARR), Caritas, Instituto Venezuela e Estou Refugiado.  

Blue Tree Hotels: programa sob pilares de bem-estar

As ações de capacitação contaram com a elaboração de uma grade de estudos, com conteúdos relacionados à cultura, valores, missão e apresentação pessoal, além de exercícios direcionados para a função de governança. Chieko comentou que o programa foi todo planejado sob os pilares do bem-receber, bem-servir e bem-cuidar.

A executiva ressaltou, ainda, a importância de praticar atitudes que criem e fortaleçam laços e conexões. "Estamos na hotelaria para cuidar das pessoas. Cuidamos dos clientes, da nossa equipe e todos os demais envolvidos no dia a dia das nossas operações", completou. Em outubro, um dos hotéis da rede, realizou jantar beneficente em prol de refugiados. 

(*) Crédito da foto: Divulgação/Blue Tree Hotels

Comentários