Cadeia hoteleira da região Norte foi a que mais cresceu no 2º tri, diz Mtur

mtur- hotelariaRegião também registra a melhor expectativa de crescimento para o 2º semestre

Segundo dados da Sondagem Empresarial do Setor Hoteleiro no Brasil, realizada pelo Mtur (Ministério do Turismo), a região Norte foi a que mais cresceu no segmento hoteleiro durante o segundo trimestre deste ano. E os resultados positivos não param por aí: a região é também a com maior expectativa de crescimento. A sondagem compara as percepções dos empresários do mercado quanto ao desempenho dos empreendimentos no período frente ao ano passado, além de avaliar as projeções para o segundo semestre. 

De acordo com o boletim, os empresários da região Norte foram os que mais viram seus faturamentos crescerem: 36,3% alegaram ter tido alta na receita da empresa em 2019 e, 64,7% acreditam que esses números devem aumentar até o final do ano. Outros 35,4% dos entrevistados afirmaram que houve incremento na rentabilidade do setor turístico no segundo trimestre. Já 46,6% têm perspectivas de crescimento para o segundo semestre. Em relação aos destinos, 38,8% dos hoteleiros disseram ter percebido aumento na demanda e 52,1% acreditam numa melhora para os próximos meses. 

A despesa dos turistas também cresceu entre abril e junho de 2019 frente ao mesmo período em 2018: 31,7% dos entrevistados alegam que os viajantes estão gastando mais com hospedagens e 57,3% esperam maiores despesas até janeiro de 2020. Cerca de 79,8% dos hoteleiros da região têm planos para investir em seus negócios no segundo semestre e 35,1% pretendem contratar mais funcionários.

A pesquisa faz parte da segunda etapa da Sondagem Empresarial do Setor Hoteleiro no Brasil, promovida pela Diretoria de Estudos Econômicos e Pesquisas do Mtur por meio de questionário eletrônico. São consultadas empresas de hospedagem de todos os portes, entre hotéis, pousadas, resorts e acampamentos turísticos. Ao todo, 1,1 mil empresários do setor hoteleiro, de todas as Unidades Federativas do Brasil, responderam às perguntas em todo o mês de julho de 2019. A pesquisa teve apoio das secretarias e órgãos estaduais de Turismo e entidades representativas do ramo hoteleiro. 

Mtur: investimentos

De acordo com a pasta, o mercado hoteleiro brasileiro está otimista para o segundo semestre. Segundo o Mtur, dois a cada três empresários do ramo (65,9%) do país querem investir em melhorias em seus empreendimentos ainda este ano. A intenção é 21,1% acima do que o esperado em 2018 (54,4%). 

A expectativa também é boa para a contratação de profissionais: 22,7% dos hoteleiros planejam aumentar o corpo de funcionários até o final de 2019, já que 398% acreditam no aumento da demanda de hóspedes no período. O estudo aponta que 42,8% dos empresários esperam aumentar o faturamento de seus negócios ainda este ano.

(*) Crédito da foto: Biron/Pixabay

Comentários