Ceará: Turismo de eventos cresceu 60% em 10 anos

Ceará- atividades turísticasFecomércio-CE: pesquisas são fundamentais para entender fluxo turístico

O setor de eventos vem ganhando cada vez mais relevância dentro do mercado de turismo. De acordo com a Setur-CE (Secretaria estadual de Turismo do Ceará), as atividades do segmento no destino apresentaram avanço de 60% entre 2006 e 2017. Para aprofundar mais esse cenário, a Fecomércio-CE (Federação do Comércio do Estado do Ceará), a Unifor (Universidade de Fortaleza) e o Visite Ceará – associação responsável por atrair eventos e avanços turísticos para o estado – realizaram a Pesquisa de Impacto Econômico do Turismo de Eventos Realizados em Fortaleza 2018.

“Este estudo analisou o impacto econômico dos eventos realizados em Fortaleza através do gasto per capita, os serviços turísticos e a infraestrutura”, explica Ivana Bezerra Rangel, presidente do Visite Ceará/FC&VB. 

A Unifor, referência educacional no país, ressalta que o momento é uma oportunidade de preparar os alunos e futuros profissionais do mercado.  “A pesquisa é de extrema importância para o setor e para a academia, pois além de nos mostrar o impacto na economia local, os alunos do curso de eventos da Unifor puderam participar do processo da pesquisa e conhecer a relevância econômica do setor ”, afirma Milena Auip, coordenadora da Graduação Tecnológica em Eventos da Unifor. 

Maurício Filizola, presidente da Fecomércio-CE, salienta a importância das pesquisas para compreender como o fluxo do segmento funciona dentro do turismo. “Com certeza, a partir desses dados, muitas decisões estratégicas poderão ser tomadas pelas empresas e instituições para fortalecer, cada vez mais, esse grande segmento que é o turismo de eventos, com a relevância que tem hoje no Brasil e no nosso Ceará”.

Ceará: dados da pesquisa

O estudo foi realizado no período entre abril e novembro de 2018. Cerca de 3.308 pessoas foram entrevistadas  em 26 eventos com total de 23.712 participantes. Os critérios avaliados na pesquisa foram: Origem dos Turistas, Escolaridade, Renda Familiar, Característica do Grupo, Organização da Viagem, Permanência no Ceará, Meios de Hospedagem, entre outros.

O professor Chico Alberto, coordenador do bacharelado em Economia da Unifor, reforça que os eventos estão fluindo diretamente no estado. “A pesquisa é de relevância para a economia do estado do Ceará à medida que contribui com o setor de eventos com a informação inédita sobre o impacto da atividade de eventos de negócios no Produto Interno Bruto do Estado”.

(*) Crédito da foto: Acervo/Governo do Ceará

Comentários