Comitê da Unesco se reúne para decidir novos Patrimônios Mundiais, Paraty está na disputa

paratyCandidatura inclui toda a região da Baía de Ilha Grande

O Comitê do Patrimônio Mundial da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura) está reunido desde ontem (30) para decidir quais lugares do planeta merecem o título de Patrimônio Mundial. O encontro vai até o próximo dia 10 de julho, em Baku, no Azerbaijão, e Paraty, no Rio de Janeiro, está na pauta. 

Dos 1092 lugares do mundo com esse título, 21 estão no Brasil: 14 são considerados patrimônios culturais (como Brasília e os centros históricos de Ouro Preto, Salvador e Olinda, entre outros), e 7, naturais (como a Área de Conservação do Pantanal e o Parque Nacional do Iguaçu). 

Paraty deve se somar a essa lista, mas não só com o centro histórico. O pleito apresentado ao órgão é de patrimônio misto, cultural e natural, incluindo toda a região da Baía de Ilha Grande que envolve uma área de 149 mil hectares. O terreno conta com quatro áreas de conservação (como o Parque Nacional da Serra da Bocaina e o Parque Estadual da Ilha Grande), além de 187 ilhas no total.

Paraty: defesa da candidatura

O Mtur (Ministério do Turismo) esteve na sede da Unesco, em Paris, no último dia 19 para defender a candidatura de Paraty como sítio histórico, cultural e natural da Humanidade. 

“Será o primeiro patrimônio misto brasileiro, e temos grandes chances”, disse o ministro da Pasta, Marcelo Álvaro Antônio. “Se consolidada - e acredito que seja - Paraty ganhará este selo de Patrimônio que fará com que seja ainda mais reconhecida internacionalmente. Isso significará uma atratividade ainda maior de turistas qualificados para a cidade e para a região”, completou.

(*) Crédito da capa: Auluz Auluz/Pixabay 

(**) Crédito da foto: Divulgação/Iphan

Comentários