É fácil apaixonar-se por Maceió (AL). Saiba por quê.

Dicas de Maceio 001Entardecer na Praia de Pajuçara (fotos: Peter Kutuchian)

Quem vai para Maceió, capital do Alagoas, com certeza terá muitas opções para se divertir. Se é verdade que brasileiro é louco pela água, ainda mais se esta for do mar, tiver cor verde esmeralda ou azul turquesa com uma temperatura que não arrepie o corpo e contar com algumas piscinas naturais, formadas por barreiras de corais à uma orla repleta de árvores, tudo isso aliado a uma gastronomia diferenciada, então o caminho para apaixonar-se por um destino estará aberto. As praias centrais de Maceió resumem-se em três: Pajuçara, Ponta Verde e Jatiúca. A orla é uma só e vai faz uma curva para a direita (Ponta Verde) e depois à esquerda (Jatiúca). Uma das praias mais bonitas é a de Ipióca, localizada ao Norte da cidade. Praticamente sem edificações e com muito coqueiral, o destino deve receber a implantação de vários meios de hospedagem a partir de 2014. Uma dica que sempre funciona bem é ficar hospedado na região central da cidade e ir passear durante o dia e à noite curtir um dos vários restaurantes, que oferecem desde a gastronomia local até a internacional.

Dicas de Maceio 002Artesanato típico à venda no Bodega do Sertão

Quer uma opção típica? Vá almoçar no Bodega do Sertão. Já na chegada, a chaleira gigante na fachada chama a atenção e o ambiente interno conta com uma atmosfera agradável, descontraída e muito simpática. A gastronomia é completa, indo da tradicional nordestina (buchada de bode) até a internacional (salmão grelhado). Para passar o dia na Praia de Ipióca, uma boa opção é usufruir da infraestrutura do Hibiscus, situado dentro de um condomínio privativo. Pagando-se uma taxa por pessoa, pode-se aproveitar das mesas dos restaurantes e das camas dispostas estrategicamente a beira do mar. O espaço oferece ainda redário, bar, loja de artesanato, piscina com hidromassagem e kid's club. A música ambiente tem volume tranquilo e a seleção tocada vai da bossa-nova, pop, samba e MPB. Esticando o passeio, em um outro dia você pode ir até a Praia do Gunga, situada em uma propriedade particular em meio a uma fazenda de coqueiros. A praia é fantástica, porém é preciso ficar atento para não se aborrecer com a música alta e a grande quantidade de turistas, na alta temporada. Se lá não for do seu agrado, volte e fique na Praia do Francês, que conta com infraestrutura de restaurantes em sua orla, que oferece dois tipos de mar: aberto, ideal para a prática de surfe e calmo, ideal para deixar os filhos brincando na beira d'água. Serviço turismo.al.gov.br hibiscusalagoas.com.br bodegadosertao.com.br  

Comentários