E-HTL aposta no segmento de lazer e espera arrecadar R$ 41 milhões

E-HTLLouro (diretor geral) e Silvia (gerente de Produto) da E-HTL

Após penetrar o mercado de luxo com a inclusão de hotéis upscale em seu portfólio, a E-HTL Viagens agora aposta no segmento de lazer sob o comando de Silvia Russo, gerente de Inteligência de Produtos da operadora. Agora, a expectativa é atingir os R$ 41 milhões em vendas no próximo ano apenas neste nicho.

“Investir no lazer significa um complemento importante para uma operadora que já tem muita força no corporativo. A implementação desses novos produtos é resultado de muito estudo de mercado. Nosso objetivo é fomentar ainda mais o turismo e também atender todas as necessidades de nossos clientes”, comenta Silvia.

Com diversas estratégias sendo desenvolvidas para o setor, uma delas é elevar o ticket médio de R$ 300 para R$ 800. Além disso, a E-HLT aumentou seu portfólio com a inclusão de empreendimentos como Palácio Tangará, Txai Resort, Nannai Resort & Spa e Vogal Luxury Beach

E-HLT: parcerias

Segundo Flávio Louro, diretor geral da operadora, firmar parcerias com fornecedores reconhecidos no mercado é fundamental para o crescimento do lazer.  “Firmamos parceria com os melhores receptivos do Brasil, com tarifas e pacotes exclusivos já disponíveis em nosso portal. Esse relacionamento nos deixa muito otimista para 2020”, afirma.

A empresa - que já disponibiliza reservas em hotéis, aluguel de carros e ingressos e serviços online em 2020 passa a comercializar também bilhetes aéreos.

(*) Crédito da foto: Divulgação/E-HLT Viagens

Comentários