Erivan de Oliveira: "Todas as experiências, do almoxarifado à gerência geral, foram fundamentais"


Erivan de Oliveira, gerente geral do San Raphael
(foto: divulgação/Idearia)

O "fazer carreira" pode até ser algo menos valorizado pela nova geração de profissionais, os millenials, mas há um outro lado desta moeda. Erivan de Oliveira é um exemplo de quem galgou espaço em uma empresa e teve seu trabalho reconhecido: ele está há 34 anos no Hotel San Raphael, na capital paulista, sendo 15 deles atuando como gerente geral da unidade.

Natural de Cajazeiras, na Paraíba, o executivo conta que entrou no ramo por necessidade, mas permaneceu por paixão. "Hotelaria é um vício, quem entra se apaixona e não sai mais. Se pudesse escolher minha carreira, escolheria novamente essa área profissional", diz.

O cargo no almoxarifado de impressos do San Raphael foi seu primeiro emprego em São Paulo. Dali, desenvolveu-se profissionalmente, tendo passado por áreas como controller, comprador, gerente noturno e gerente operacional, antes de chegar à gerência geral. 

"Todas as experiências pelas quais passei, desde o almoxarifado até a gerência geral, foram fundamentais para meu crescimento como pessoa e profissional. Foi um aprendizado muito grande", define. Ter a humildade de aprender sempre é o conselho que Oliveira dá aos recém-ingressos neste exigente mercado.

Hoje, ele afirma que seus maiores desafios estão ligados à satisfação - a do hóspede e a de seus colaboradores. "Esse é um dos grandes diferenciais do San Raphael em relação aos outros hotéis: todos os funcionários são formados aqui e promovidos, com isso todos conhecem os hóspedes e a relação hóspedes-funcionários é a de uma grande família", finaliza.

Serviço
www.sanraphaelhotel.com.br

Comentários