Expedia: redes hoteleiras tendem 77% mais a investir em tecnologia

expedia- hoteisHotéis independentes priorizam reformas nas acomodações

O Expedia Group divulgou hoje (2) sua mais nova pesquisa no segmento de hospedagens. A plataforma de viagens entrevistou 1,2 mil hoteleiros sobre investimentos em tecnologia e, de acordo com os resultados, redes hoteleiras têm uma probabilidade 77% maior de aumentar o aporte no setor, enquanto empreendimentos independentes têm tendência 1,5 maior em realizar melhorias nas acomodações.

Segundo o relatório do site Hospitality Technology, 54% dos hotéis planejam aumentar o orçamento em tecnologia este ano, enquanto apenas 8% pretendem reduzir. Apesar da vontade, os custos seguem sendo o principal empecilho dos hoteleiros - quase metade dos pequenos empreendimentos entrevistados disseram que as decisões são tomadas com base na rentabilidade e valor agregado. Em contrapartida, mais da metade das redes hoteleiras priorizam tecnologias que otimizem os sistemas já existentes.

"Estamos vendo as redes hoteleiras fazerem investimentos significativos em tecnologia, o que pode aumentar a diferença entre estabelecimentos que não podem fazer esses investimentos", afirma Marcos Swarowsky, diretor Sênior de Gestão de Mercado do Expedia Group para a América do Sul.

Cerca de 25% dos estabelecimentos independentes que participaram do estudo disseram que a complexidade é o maior desafio para adotar novas ferramentas. Outros 20% afirmaram que a facilidade de uso é uma das prioridades na escolha das soluções."Administrar um estabelecimento pequeno envolve muitas responsabilidades. O Expedia Group entende essa necessidade e desenvolveu algumas tecnologias fantásticas. Em especial, a conveniência do app do Partner Central faz com que seja muito fácil atualizar minhas tarifas, a minha disponibilidade e gerenciar meus hóspedes de qualquer lugar", afirma Andreo Fontoura Santos, proprietário do Toscana Gramado Flat, de Gramado (RS).

Expedia: metodologia

Para a realização da pesquisa, 1,2 mil hoteleiros de diferentes partes do mundo foram ouvidos em julho de 2019 com o intuito de traçar um parâmetro de investimentos em tecnologia. P estudo utilizou o painel global do Expedia Group para comparar os aportes entre redes hoteleiras e hotéis independentes.

As redes hoteleiras foram classificadas como estabelecimentos que fazem parte de uma afiliação ou grupo de estabelecimentos com mais de 100 quartos. Já os pequenos estabelecimentos independentes foram classificados como estabelecimentos sem afiliação a uma rede e com, no máximo, 100 quartos.

(*) Crédito da foto: Ph B/Unspalsh

Comentários