Foz do Iguaçu (PR) ganha pacote de obras de R$ 500 milhões para impulsionar o turismo

Foz do Iguaçu - aeroportoTerminal vai ganhar fingers e terá a pista ampliada

Em cerimônia realizada hoje (18), no Mabu Thermas Grand Resort, Foz do Iguaçu (PR) ganhou boas notícias. Valter Casimiro, ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, assinou importantes obras para o desenvolvimento da infraestrutura da região. Entre os projetos previstos estão expansão do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu. Também está prevista a concessão de uma área da Infraero para a iniciativa privada. Os investimentos totalizam R$ 500 milhões.

Os recursos para as obras virão do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil e de órgãos ligados à pasta. É o caso do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) e da Infraero. Itaipu Binacional e a prefeitura de Foz do Iguaçu também vão participar do investimento, informa o ministério.

Com recursos de R$ 32 milhões, o aeroporto vai passar por uma repaginação completa. As obras incluem a instalação de fingers de embarque e desembarque. Ainda está prevista a ampliação das áreas de check-in, das salas de embarque e saguão. A construção de um novo espaço para abrigar escritórios administrativos e a reformulação da praça de alimentação também estão inclusos no projeto.

As obras no terminal, contudo, não terminam aí. A expansão da pista de pouso – dos atuais 2.195 metros para mais de 3 mil metros de extensão – também será realizada. Com isso, o aeroporto receba voos sem escala para os Estados Unidos e países europeus. O valor estimado da ampliação é de R$ 108 milhões.

Foz do Iguaçu: outras obras

Na assinatura do acordo de cooperação está definido que a Itaipu Binacional vai aportar R$ 70 milhões e a Infraero R$ 38 milhões. O edital de licitação deve ser lançado nos próximos meses, após conclusão do projeto e a obtenção das licenças ambientais. A obra deverá ser licitada até o final do ano.

“Repaginação do terminal de passageiros e ampliação da pista do aeroporto vão melhorar a conectividade área de Foz do Iguaçu”, acredita o secretário municipal de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos de Foz do Iguaçu, Gilmar Piolla. “Será uma revolução para o desenvolvimento do nosso potencial turístico e econômico”, completa. Em fevereiro, Piolla já declarara que a ampliação da malha aérea era vital para dar mais visibilidade para o destino.

Foz do Iguaçu - Gilmar PiollaPiolla: obras são uma revolução para o turismo local

Outra obra bastante aguardada, e que também está inclusa no pacote de investimentos anunciado, é a Perimetral Leste. Trata-se de um trecho de 15 quilômetros que vai ligar o trevo de acesso à Argentina com a BR-277. A expectativa é que a via desafogue o tráfego de cerca de 60 mil caminhões vindos da Argentina e Chile, que hoje circulam pelo corredor turístico de Foz do Iguaçu. O valor previsto do investimento é de R$ 126 milhões.

O ministro anunciou também uma PPP (parceria público-privada) para a concessão de uma área da Infraero. O espaço, localizado em frente ao Centro de Convenções, possui 90 mil metros quadrados e já foi recebeu modalidades dos X-Games, em 2013. A concessão será de 25 anos com um investimento estimado de R$ 120 milhões.

(*) Crédito da foto: Christian Rizzi/Secretaria Municipal de Turismo

Comentários