Hospitality Business Fair: 2019 difícil não tira otimismo da Tomberlin para 2020

Hospitality Business Fair - Antonio Ramos_TomberlinRamos: clientes importantes, igrejas compraram menos do que o esperado

A instabilidade econômica, que tem afetado todos os mercados, não só a hotelaria, reduziu as projeções de vendas da Tomberlin. Presente à Hospitality Business Fair, aberta ontem (25), a empresa chegou a setembro cumprindo 60% da meta de vendas prevista. Para 2020, contudo, a expectativa é de melhora.

Segundo Antonio Ramos, diretor presidente da Tomberlin, a estabilização no cenário político no ano que vem deve favorecer a retomada econômica. “A expectativa é boa, sobretudo em função de projetos grandes para sair”, revela o executivo. “Nossa aposta é que 2020 seja um divisor de águas para o mercado”, completa.

Tomberlin tem estande na Hospitality Business Fair

Voltando a 2019, Ramos conta que todos os mercados compradores da companhia tiveram número de pedidos abaixo do que o estimado inicialmente. “Acredito que o maior receio dos compradores é a economia que não anda. Mais preocupante ainda é até as igrejas, que não têm tributação, estão devagar nos pedidos”, afirma.

Ainda assim, ele ressalta que a empresa deve fechar 2019 com crescimento no faturamento. “Na casa de 4%”, estima Ramos. “Como o segundo semestre normalmente é melhor em termos de venda, acreditamos que poderemos chegar à 70% da meta”, finaliza.

(*) Crédito da foto: Vinicius Medeiros/Hotelier News

Comentários