Instituto Inhotim pode ganhar linha de trem turística ligando Belo Horizonte a Brumadinho

Instituto Inhotim - trem turísticoInstituto Inhotim tem acervo avaliado em US$ 1,5 bilhão

O Instituto Inhotim espera uma resolução positiva do processo de criação de um trem turístico que ligaria Belo Horizonte a Brumadinho, distrito onde fica a instituição. A informação foi divulgada, no início da semana, pela Folha de São Paulo e o Hotelier News apurou mais informações sobre a questão.

A assessoria de imprensa do instituto afirmou que "ainda não há nada de concreto" sobre a linha de trem. A indefinição não tem relação com o museu, mas com a concessionária que opera o trecho ferroviário. De acordo com a instituição, a MRS Logística ainda não expediu a carta de anuência, documento necessário para a ideia sair do papel.

Importante para Inhotim

Em contato com a reportagem, Antonio Grassi, diretor executivo do Instituto Inhotim, disse que vê a iniciativa com bons olhos. "A implementação de um transporte ferroviário de passageiros, que liga Belo Horizonte ao Inhotim, representará um grande ganho para o Instituto e para a população mineira em geral. Um projeto inovador como este dará ainda mais visibilidade à organização", pontua.

Fundado por Bernardo de Mello Paz, empresário mineiro que fez fortuna no setor de mineração, o Instituto Inhotim foi fundado há 12 anos. Mais do que um museu a céu aberto, o instituto é também uma atração gastronômica e de arquitetura. Ainda assim, seu acervo é valiosíssimo, sendo avaliado em US$ 1,5 bilhão. 

Em Inhotim estão expostas obras de artistas consagrados, casos de Tunga, Adriana Varejão, Helio Oiticica, Chris Burden e Doug Aitken. Recentemente, o instituto anunciou uma programação especial visando a Semana de Museus.

(*) Crédito da foto: Vinicius Medeiros/Hotelier News

Comentários