Magic City (SP) divulga balanço de 2019

magic city - balanço 2019_internaLocalizado em Suzano, complexo ganhou 19 quartos no ano passado 

Depois de receber 600 mil visitantes em 2018, o Complexo turístico Magic City conseguiu ampliar esse número no ano passado. No período, a movimentação de pessoas pelo empreendimento, localizado em Suzano (SP), aumentou 13,42%, somando quase 700 mil turistas. A direção considerou o desempenho positivo, mas, numa análise fria dos números, ela indica desaceleração do crescimento – a alta sobre 2017 foi de 33%.

Na avaliação das lideranças do complexo, a alta observada é fruto de um plano de expansão do empreendimento, que busca novas atrações para o parque aquático e hotelaria. Entre as novidades, destaque para o retrofit, que modernizou a oferta hoteleira. Além disso, foram adicionadas 16 novas acomodações, batizadas de Eko Suítes. 

As melhorias não pararam por aí. Também foi inaugurada uma nova piscina aquecida coberta, batizada de espaço Oásis. Além disso, como parte do projeto "quebra-gelo", as piscinas tornaram-se climatizadas. Por fim, uma novidade estará pronta em breve, o Maverik, que vai se tornar a maior atração do Magic City.

Magic City: ações positivas

A ampliação teve reflexos no número de hóspedes, que aumentou em 10% frente a 2018. Por isso, com perspectiva de aumento de demanda, o complexo tem planos de expansão para mais 44 quartos nos próximos meses. Além disso, os investimentos no parque também tiveram alta, aumentando 30% frente a 2018.

“Nossa taxa de crescimento nos últimos anos mostra o quanto a marca Magic City tem se valorizado, temos recebido turistas de dentro e fora do estado de São Paulo”, observa Marcelo Camargo, gerente de Marketing do Magic City. Todo nosso investimento em expansão na hotelaria, em novas atrações para o parque aquático e na qualificação de mão de obra, tem o objetivo de levar uma experiência ainda melhor aos nossos visitantes”, finaliza.

(*) Crédito das fotos: Divulgação/Magic City

Comentários