Mais uma cidade paulista autoriza retomada das operações hoteleiras

Cidade paulista - Santos reabertura de hotéisHotéis em Santos (SP) tiveram atividades suspensas em 19 de março

Após o plano de relaxamento da quarentena e reabertura da economia anunciado pelo governo João Doria, cidades paulistas começam a liberar o funcionamento de hotéis. Na quinta-feira (11), por exemplo, é a vez de Santos, onde a hotelaria paralisou as operações ainda na segunda quinzena de março

A decisão foi  firmada em reunião entre as entidades do comércio e a administração municipal, comandada por Paulo Alexandre Barbosa. A reabertura, contudo, segue algumas regras, como oferta limitada de apartamentos e atendimento apenas de hóspedes corporativos e profissionais da saúde.

Cidade paulista: reabertura gradual

O plano traçado na cidade, que teve participação de várias entidades do trade, prevê uma reabertura do setor gradual. Pelo cronograma divulgado, a expectativa é que os hotéis santistas coloquem 100% do inventário para venda em 6 de julho.

“É importante ressaltar que quem ditará o ritmo desse relaxamento até a liberação total para o turismo de lazer será o andamento dos casos de contágio e mortes pelo Covid-19”, comenta Leonardo Carvalho, presidente do Santos CVB (Santos Convention & Visitors Bureau).

Hoje, Santos tem mais de 7 mil leitos em hotéis de grandes redes nacionais e internacionais. Entre as regra previstas para a retomada da atividade hoteleira neste primeiro momento está a exigência de reservas feitas com CNJP. Outro foco de atenção são os protocolos de higienização e seguranças. O Santos CVB, inclusive, encaminhou à prefeitura um documento com uma série de normas  propostas para a retomada das operações.

(*) Crédito da foto: Roberto Santini/Arquivo Pessoal

Comentários