PIB tem alta de 0,4% no segundo trimestre

PIBConstrução teve primeira alta depois de 20 trimestres em queda

O PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro cresceu 0,4% no segundo trimestre de 2019 em relação ao trimestre anterior. Resultado foi puxado pelo bom desempenho dos setores de indústria e serviços. Dados são do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), divulgados hoje (29). 

O crescimento ficou mais próximo das projeções mais otimistas de mercado para o período, que variavam entre +0,2% e +0,5%. Na comparação com o mesmo período do ano passado, o PIB teve alta de 1%. Já no acumulado do ano, o crescimento é de 0,7% comparando com a primeira metade de 2018. 

Entre os setores analisados para cálculo do PIB, a indústria teve o melhor desempenho. O segmento apresentou alta de 0,7% em relação ao trimestre anterior. Resultado surpreende já que dados anteriores, do próprio IBGE, mostraram declínio de 0,6% no setor no segundo trimestre

As indústrias de Transformação e Construção, que são responsáveis por 70% do setor, alavancaram os resultados. Os segmentos cresceram 2% e 1,9% respectivamente. A indústria de Construção viu seu primeiro trimestre positivo após 20 trimestres consecutivos em queda na comparação anual. 

Em contrapartida, indústrias extrativas apresentaram retração de 3,8% no período em relação ao trimestre anterior. Assim como as de eletricidade e gás, água, esgoto e gestão de resíduos, que tiveram queda de 0,7%. 

O setor de Serviços cresceu 0,3% no período e a Agropecuária teve declínio de 0,4%. 

PIB: despesas

Em relação às despesas, o consumo das famílias teve alta de 0,3% no segundo trimestre em relação ao anterior. Essa é nono trimestre seguido de crescimento para o indicador. 

A formação bruta de capital fixo também teve resultado positivo, com aumento de 3,2%. Enquanto as despesas de consumo do governo recuaram 1%. 

(*) Crédito da foto: Anthony Ginsbrook/Unsplash

Comentários