Precificação é um ciclo de aprendizado

precificação Dados devem ser analisados para montar as próximas estratégias

Uma das maneiras de otimizar a receita em um hotel é realizar uma boa precificação. Para isso, o hoteleiro deve entender que o processo é um ciclo de aprendizado e demanda análises em todas as etapas. 

Para precificar, foi necessário analisar todos os dados históricos do hotel para poder definir as tarifas com confiança. Em seguida, monitorar a demanda e ajustar suas tarifas. Segundo a OTA Insight, empresa de data intelligence para hotelaria, medir como suas alterações afetaram seus KPIs é onde o ciclo se fecha. Afinal, é a única maneira de saber se as primeiras etapas do processo funcionaram. 

Precificação: como analisar resultados

Para uma boa análise são necessários relatórios, mas quais? De acordo com a empresa existem três tipos básicos de relatórios que devem ser considerados:

  • Relatórios de reservas: veja as taxas de pickup do ano anterior, qualquer tendência de canal de reservas, tendências relacionadas a no shows ou cancelamentos e relatórios diretos por canal.
  • Relatórios de Front office: veja relatórios de tipo de quarto, dados sobre quais extras estão sendo vendidos e relatórios de auditoria noturna.
  • Relatórios de Back office: veja os relatórios de comissão de receita, reembolso e agente de viagens.

Os dados de benchmarking são úteis, mas variam de mercado para mercado. É por isso que as ferramentas de inteligência empresarial se associam a outros provedores de dados para automatizar isso. Por exemplo, o OTA Insight trabalha em conjunto com o STR e Benchmarking Alliance. 

Para montar os relatórios são necessários dados, os quais podem ser extraídos dos sistemas existentes do hotel. O PMS (sistema de gerenciamento de propriedade) e o POS (sistema de
ponto de venda) fornecerão as informações necessárias para os relatórios de front e back office. Bem como para as reservas diretas e indiretas.

Se o hotel tiver um gerente de canal, poderá ver suas reservas on-line e reservas de sites terceiros em um painel. Se as reservas forem gerenciadas manualmente, será necessário usar o sistema de reservas on-line próprio para vendas on-line diretas. Depois, fazer login manualmente em extranets de parceiros de canal para obter dados sobre as demais reservas.

Uma vez montados, como será feita a análise destes relatórios? A OTA Insight sugere algumas perguntas para guiar o balanço: 

  • As diárias e a receita da noite anterior estão de acordo com sua previsão e orçamento para este mês? Você vai atingir seus objetivos?
  • Os quartos estão sendo vendidos em todos os canais de reservas on-line? Os parceiros estão mantendo a paridade? 
  • Quais segmentos estão reservando seus quartos? Como estão indo os negócios corporativos e lazer? O que está funcionando e o que não está?

A ideia é de usar os aprendizados para realçar como você define suas tarifas. Uma vez com os resultados descodificados, o ciclo começa novamente, com a definição de tarifas e o monitoramento.

(*) Crédito da foto: William Iven/Unsplash

Comentários