Projeção do PIB sobe à máxima desde junho, aponta BC

PIB Indústria não será a responsável pela alta da economia em 2019

Economistas melhoraram as projeções de crescimento para a economia brasileira em 2019. Analistas consultados pelo BC (Banco Central) para a pesquisa Focus agora estimam que o PIB (Produto Interno Bruto) crescerá 0,87% em 2019. Taxa esperada é a mais alta desde o fim de junho

Revisão foi feita após os bons resultados do segundo trimestre, em que o PIB cresceu 0,4% em relação ao primeiro. Para 2020, a previsão foi mantida em 2,10%.

Ainda segundo os especialistas consultados, o crescimento da economia não será impulsionado pela produção industrial. A projeção para o crescimento do setor deve se manter em 0,08%.

PIB: inflação e Selic

O mercado reduziu as estimativas para a inflação, mas manteve os prognósticos para o juro básico.

O IPCA (Índice de Preços ao Consumidor) previsto para 2019 caiu a 3,59%, quarta queda seguida, ante 3,65% na semana anterior. Já a taxa Selic deverá cair a 5% ao ano ao fim de dezembro, mesma previsão da semana anterior. Ao fim de 2020, a taxa básica de juros deverá estar mais alta, em 5,25%.

(*) Crédito da foto: Ricardo Almeida / ANPr

Comentários