Setur-SP libera aporte de R$ 70 milhões para obras de infraestrutura

setur-sp-aporteLummertz: estamos propiciando condições para ações turísticas

No primeiro semestre deste ano, a Setur-SP (Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo) liberou o aporte de R$ 70,5 milhões para obras de infraestrutura em 97 cidades entre estâncias turísticas e municípios de interesse turístico por meio de convênios com o DADETUR (Departamento de Apoio do Desenvolvimento dos Municípios Turísticos).

Foram 186 repasses no total de R$ 63 milhões para estâncias e 69 repasses para os MITs, R$ 7,5 milhões. Os recursos foram repassados aos municípios para pagamentos de convênios e obras em andamento neste primeiro semestre de 2019. 

Revitalizações, reformas e implementação de sinalização turística em ruas dos municípios e comunicação visual dos atrativos foram alguns dos destinos destes convênios. Reurbanização de orlas das praias, centros de informação ao turista, construção do pavilhão para feiras e eventos, reformas do mercado municipal, implantação do boulevard gastronômico entre outras melhorias também foram realizadas. 

Segundo Vinicius Lummertz, secretário de Turismo de São Paulo, “aceleramos o ritmo das nossas ações, propiciando condições para que nossas cidades possam desenvolver suas ações de turismo e assim beneficiar tanto moradores quanto visitantes”, diz. “Nosso propósito é que os municípios, com planificação e pelos convênios com o estado, estejam melhor preparados para aumentar o fluxo turístico”, ressalta.

Setur-SP: cidades contempladas

Em março, o governo reconheceu 43 municípios com certificado MIT. Os destinos atendidos foram os seguintes: 

Estâncias – Águas da Prata, Águas de Lindóia, Águas de Santa Bárbara, Águas de São Pedro, Aparecida, Atibaia, Avaré, Barra Bonita, Batatais, Bertioga, Bragança Paulista, Brotas, Caconde, Campos do Jordão, Campos Novos Paulista, Cananéia, Caraguatatuba, Cunha, Eldorado, Guaratinguetá, Guarujá, Holambra, Ibitinga, Igaraçu do Tietê, Iguape, Ilha Solteira, Itanhaém, Itu, Joanópolis, Lindóia, Mongaguá, Monte Alegre do Sul, Morungaba, Nuporanga, Olímpia, Paraguaçu Paulista, Paranapanema, Pereira Barreto, Peruíbe, Piraju, Poá, Presidente Epitácio, Ribeirão Pires, Salto, Santa Fé do Sul, Santa Rita do Passa Quatro, Santo Antônio do Pinhal, Santos, São José do Barreiro, São Luiz do Paraitinga, São Pedro, São Sebastião, São Vicente, Serra Negra, Socorro e Ubatuba. 

MITs: Altinópolis, Barbosa, Brodowski, Buritama, Cachoeira Paulista, Cruzeiro, Estiva Gerbi, Guararema, Iacanga, Itaóca, Itapira, Itápolis, Laranjal Paulista, Lençóis Paulista, Limeira, Lins, Mairiporã, Mira Estrela, Monte Alto, Novo Horizonte, Orlândia, Ouroeste, Panorama, Patrocínio Paulista, Rancharia, Registro, Ribeirão Grande, Rifaina, Rosana, Rubinéia, Sabino, Sales, Santo Antônio da Alegria, Santo Expedito, São Bento do Sapucaí, São Simão, Tabatinga, Tambaú, Tapiraí, Uchoa e Votuporanga.

(*) Crédito da foto: Divulgação/Setur-SP

Comentários