Tempestade no Rio de Janeiro afeta hotelaria local

chuvas rio hotelariaZona Sul da cidade foi uma das mais afetadas

Assim como aconteceu em São Paulo no mês passado, fortes chuvas abalaram a noite da hotelaria carioca. Segundo a Defesa Civil do Rio de Janeiro, na noite de ontem (8), choveu 70% a mais do que o previsto para o mês em apenas quatro horas. Até o momento desta publicação foram confirmadas 10 mortes devido às enchentes. Para os hotéis, o temporal significou reservas e cancelamentos de última hora, assim como dificuldades. 

A capital carioca está em estado de crise desde às 20h55 de ontem. A Zona Sul e a Zona Oeste foram as regiões mais afetadas pela tempestade. Dos 10 óbitos, sete foram na Zona Sul, sendo três no bairro Botafogo, duas no Morro da Babilônia, uma na Gávea. Além das mortes, quedas de barreiras interditaram o Alto da Boa Vista e a Avenida Niemeyer, levando abaixo outro trecho da ciclovia Tim Maia, que já desabara em 2017.

Chuvas: hotéis

O cenário de enchentes e deslizamentos também afetou a hotelaria local, obviamente não tão tragicamente quanto a vida dos cariocas. No ibis Rio de Janeiro Centro, localizado próximo ao Teatro Carlos Gomes, teve um aumento, em menos de três horas, de 20% da ocupação por causa das chuvas. 

Segundo a equipe do hotel, 30 quartos foram reservados de última hora por hóspedes que procuraram o hotel diretamente. Além disso, 17 cancelamentos foram registrados, mas o número não foge do normal para a unidade. 

Já o Mercure Rio de Janeiro Botafogo Mourisco, que fica na Zona Sul da cidade, registrou cancelamentos atípicos. Os números absolutos, contudo, não foram divulgados pois o hotel estava sem internet e sistema desde a noite de ontem. Em relação à reservas de última hora, Roberta Campos, supervisora de Reservas da unidade, afirma que não houve pois “o hotel teve lotação ontem à noite”. 

Por sua vez, o Sheraton Grand Rio, localizado no Leblon, parece ter escapado de mais uma ocorrência. Tendo sofrido alagamentos durante o último temporal, em fevereiro, o hotel passou pela noite de ontem aparentemente ileso. Em nota, a assessoria do Sheraton informou que as operações continuam normalmente.

(*) Crédito da capa: Divulgação/Accor Hotels

(*) Crédito da foto: Reprodução/Redes Sociais

Comentários